O que é gestão de marcas e como aplicá-la na sua estratégia de marketing?

O que é gestão de marcas e como aplicá-la na sua estratégia de marketing?

Quando se fala em gestão de marcas, um outro termo relacionado logo vem à mente: branding. Esta é a estratégia que influência as percepções que o público tem sobre um produto, um serviço, uma campanha ou toda uma empresa. Logo, pode-se entender como um conceito que não tem apenas um foco comercial, mas que se preocupa principalmente com a maneira como uma marca se relaciona com o público.

O branding deve atuar como um complemento a sua estratégia de marketing. Por exemplo, quando fatores como o preço, o ponto de venda, as qualidades de um produto ou a promoção de uma oferta não são suficientes para pesar na decisão de compra do consumidor. Nesse caso, é a forma como sua marca é percebida que faz a diferença. Quando seu produto ou serviço é importante para o público, isso se reflete no consumo. Para saber mais sobre como a gestão de marcas é importante para o marketing, confira nosso post de hoje!

Identificação com o consumidor

Pense em marcas como Nestle, Coca-Cola e Havaianas — elas não são líderes de seus mercados apenas porque entregam bons produtos, mas porque seus clientes se importam com elas, fazendo questão de terem como parte do seu dia a dia. O público só se identifica com uma marca que ele confia, tem empatia e reconhece seus valores além da qualidade e do preço, que são básicos e que todos concorrentes praticam de forma parecida.

Assim, podemos entender como objeto da gestão de marcas tudo aquilo que faz um cliente escolher uma marca em vez de outra – algo mais completo que o próprio marketing.

 

O reconhecimento da marca

Branding é mais do que design, mas a identidade visual de uma empresa é muito importante para a percepção do público. Um consumidor não terá a menor dificuldade para saber que a maçã mordida simboliza a Apple ou de reconhecer uma garrafa da Coca-Cola, mesmo sem o rótulo.

E até mesmo em momentos de crise a sua saída pode ser investir em Branding awareness para se destacar dos demais da concorrência e alavancar as suas vendas.

Esse reconhecimento também pode ser notado em slogans — como aquele banco que é feito para você —; em produtos – dificilmente as pessoas falam fotocópia (Xerox) ou lâmina de barbear (Gillette) — e na verificação das propostas de valor de uma empresa, como nas operadoras de telefonia que prometem muito mas entregam pouco e, assim, acabam entre as empresas com maior número de reclamações.

A gestão de marcas na nutrição de leads

Pensando em curto prazo, a tarefa de fazer uma marca se tornar muito importante para um consumidor que está em meio a jornada de compra é difícil. Para chegar lá, portanto, é preciso saber o que você está fazendo. Confira nossas dicas:

Conheça sua persona

Não há um bom branding sem pesquisar o perfil do público. Entender as reais necessidades dos seus leads facilita na proposta de soluções. Durante a nutrição, você pode oferecer materiais ricos em troca de mais informações sobre esses potenciais clientes ou monitorar o nível de engajamento dele com os e-mails enviados. Assim, é mais fácil entender o que eles buscam.

Faça marketing de conteúdo

Essa é uma estratégia de marketing que se encaixa perfeitamente com a proposta do branding. Quando você compartilha conteúdos memoráveis, que transmitem conhecimento e são úteis para os seus leads, é natural que, durante a nutrição, comece a se criar uma relação de confiança, credibilidade e reciprocidade. Afinal, as chances de venda aumentam quando há reconhecimento da sua empresa como autoridade no assunto.

Se mostre presente

Implantar valores na mente do consumidor requer repetição, mas sem ser inconveniente. Durante a nutrição de leads, você pode estabelecer uma sequência de envios semanal ou a cada três dias, sempre com conteúdos relevantes e que atinjam diretamente as necessidades do público. Em pouco tempo, a sua proposição de valor começa a ser percebida.

O branding é mais do que uma estratégia de marketing — é cuidar de todos os pontos que podem interferir na imagem da sua empresa. Funcionários, atendimento, sucesso dos clientes, layout do site, estrutura física do escritório/loja… Tudo isso envolve sua marca e deve ser trabalhado.

E para você, qual a importância da gestão de marcas? Como sua empresa poderia se beneficiar dela? Tem outras dúvidas sobre o assunto? Deixe seu comentário e compartilhe sua experiência.