Por que devo montar um plano de marketing para e-commerce?

Por que devo montar um plano de marketing para e-commerce?

É preciso partir do princípio de que toda loja virtual precisa de um plano de marketing para e-commerce, gerar mais exposição, leads, vendas e novos clientes. Não adianta ter uma plataforma intuitiva, fácil de ser localizada com produtos e com ofertas “incríveis” se você não criar meios para que o público chegue até sua loja virtual.

Sabendo disso, o primeiro passo para implementar as estratégias de comunicação é elaborando um plano de marketing e não cometendo os 3 erros mais comuns no blog do seu e-commerce. Leia mais neste post sobre o assunto!

Qual a importância de um plano de marketing para e-commerce?

O plano funciona como uma espécie de guia ou mapa para todas as tomadas de decisões nessa área. Basicamente, é servir de suporte a todas as estratégias e ações executadas. Assim como é importante para o funcionamento de uma empresa ter um plano de negócios, para o marketing é fundamental ter um planejamento inicial.

Nesse plano, são estudados os perfis das suas personas, as ações dos seus concorrentes, a situação de mercado; também são definidos os objetivos e as metas, as estratégias, o orçamento, o cronograma e as métricas de avaliação. Agora imagine sair executando uma ação de marketing com base em “achismos” e ignorando todos esses fatores decisivos para o sucesso de uma campanha?

Vamos mostrar a seguir por que alguns dos pontos citados são tão imprescindíveis:

O estudo das suas personas

A definição do público-alvo ou, mais precisamente, das suas personas, é a primeira a coisa a ser analisada após a escolha dos produtos ou serviços a serem trabalhados. Você sabe para quem vai vender aquela oferta? Quais são as maiores dores dos seus possíveis e atuais clientes? Quais experiências podem ser proporcionadas ao público ao solucionar seus problemas? Essas ainda são questões básicas. Contudo, você precisa ir mais a fundo, conhecer e traçar perfis para a sua persona, que é uma representação do seu cliente ideal, só que carregada com informações mais específicas.

Por exemplo, em um e-commerce de produtos esportivos, uma das personas poderia ser o “Carlos, 25 anos, apaixonado pelo seu clube de coração; quando tem condições, compra os produtos originais, costuma ir ao estádio e está sempre ligado nas novidades do seu time”.

Avaliação de mercado e da concorrência

Esses estágios funcionam como no plano de negócios, e o objetivo é parecido: analisar o ambiente e criar oportunidades de negócios. É importante estudar informações relevantes nessa fase, como as movimentações do mercado, as tendências de consumo on-line, o crescimento de compras no e-commerce por dispositivos móveis, as ações de marketing dos seus concorrentes e dos líderes do segmento, entre outros. Uma das finalidades é gerar um embasamento com dados reais para suas campanhas de marketing.

É importante também observar os pontos fortes e fracos da sua empresa, antever as ameaças e aproveitar as oportunidades em cima das falhas que outras empresas apresentam. Por exemplo: se um e-commerce concorrente não possui um blog ou usa as redes sociais apenas para fazer anúncios, pode-se vislumbrar uma oportunidade de conquistar um público que precisa de mais conteúdo de qualidade.

Definição de objetivos, metas e estratégias de marketing

Com as informações levantadas das etapas anteriores, você pode estabelecer os objetivos de marketing, as metas para alcançar tais propósitos e as estratégias a serem usadas.

Seus objetivos e metas devem ser realistas. O risco de superestimar ou subestimar esses pontos é menor quando há um estudo, voltado para o seu e-commerce sobre as personas, o mercado e a concorrência, em mãos. Os objetivos podem ser, por exemplo, conseguir X novos clientes em 12 meses, atingir uma taxa de fidelização acima de 40% sobre os atuais clientes, etc.

As estratégias para promover seu e-commerce são inúmeras. Entre elas estão o inbound marketing, o marketing de conteúdo, as mídias sociais, o e-mail marketing, o marketing de relacionamento, os links patrocinados e até mesmo o outbound marketing.

Por último, não se esqueça de escolher as métricas para acompanhar de perto os resultados das suas campanhas, como ROI, número de leads, novos clientes, custo por aquisição de cliente e muitos outros.

Como para qualquer empresa, no e-commerce ter um plano de marketing é fundamental. Ele otimiza suas ações de marketing, ou seja, cria mais chances de sucesso com uma margem de erro mínima. Então, você está convencido de que precisa montar um planejamento de marketing para sua loja virtual? Compartilhe suas ideias conosco nos comentários!