SEO: tudo o que você precisa saber sobre ele

SEO: tudo o que você precisa saber sobre ele

A audiência de um site ou blog hoje em dia é altamente impactada pelas ferramentas de busca e palavras-chave. De acordo com levantamento, o Google e outras ferramentas de busca geram cerca de 55% do total de visitas em sites brasileiros. O SEO (Search Engine Optimization, também conhecido como otimização de sites) consiste em uma série de técnicas e práticas que visam posicionar o site nos primeiros lugares dos mecanismos de busca e assim fazer com que os canais digitais gerem mais resultados para a estratégia do seu negócio.

Que tal saber como trazer esses resultados para a sua empresa? Saiba mais sobre o conceito de SEO e a sua aplicabilidade no post de hoje!

O poder do tráfego orgânico

Uma das maiores vantagens da otimização SEO é fazer com que o público de sua empresa encontre seus canais de conversão e a informação que eles desejam com mais facilidade.

Os resultados orgânicos – também conhecidos como resultados naturais – são exibidos na tela central de resultados, ao se buscar uma palavra-chave. O Google, por padrão, mostra 10 resultados orgânicos por busca na primeira página.

O posicionamento desses primeiros resultados é tão importante para o tráfego orgânico que o primeiro link representa cerca de 33% do tráfego, enquanto o segundo recebe cerca de 18%, e a partir desse ponto a taxa de acessos só diminui.

Outra vantagem da busca orgânica é que sites e blogs com um posicionamento forte em suas palavras-chave geram um retorno maior em relação ao investimento em relação a ações tradicionais de mídia paga.

Ações de marketing de conteúdo, por exemplo, que dependem de um bom posicionamento e estratégia de SEO, são 62% mais baratas do que ações desenvolvidas com o marketing tradicional.

Mídias pagas na estratégia de SEO

O projeto de SEO envolve um processo contínuo e a longo prazo, sempre necessitando de atualizações constantes para que o desempenho dos sites com as palavras-chaves escolhidas seja sempre melhor.

No entanto, existem ações de SEO com resultados mais imediatos e ciclos mais curtos, como é o caso da compra de mídia paga. Serviços como Google Adwords e Google Adsense permitem a compra de anúncios pagos no formato de links patrocinados e banners.

Os anúncios são cobrados pelo valor de custo por clique (CPC), ou seja, o anúncio só gera custo à medida em que ele tiver impressões, gerando um valor proporcional aos resultados obtidos.

A escolha de palavras-chave na estratégia de busca orgânica também se aplica aos links patrocinados. Ou seja, quanto mais concorrida for a palavra-chave escolhida, maior será seu custo.

Por isso, é sempre recomendado realizar uma pesquisa das palavras-chave mais específicas e relevantes para a sua estratégia de SEO. Assim, você consegue otimizar sua verba e conquistar bons resultados para seu negócio.

Recursos como o Keyword Revealer e o próprio planejador de palavras-chave do Google são algumas ótimas ferramentas para essa etapa.

Tornando o site amigável a SEO

Práticas de SEO devem ser pensadas desde o momento da concepção do site. Inserir a palavra-chave no título e nas meta-descrições da página, além de focar atenção à hierarquia de conteúdo das tags de HTML, são algumas práticas básicas e essenciais para melhor otimização de SEO.

Qualidade do conteúdo, usabilidade e importância do link building

Quando um conteúdo é pensado para SEO, ele deve ser relevante para que surja nos resultados de busca. Além disso, é importante que o site tenha credibilidade e propriedade em suas informações.

Esses são parâmetros fundamentais que potencializam a parte estrutural e técnica do SEO. Em abril de 2015, o Google alterou seus algoritmos de busca, indo além das regras de palavras-chave já conhecidas.

O foco desse algoritmo passou a classificar melhor também os sites responsivos, adaptados a dispositivos mobile. Métricas como o bounce rate – a taxa de visitantes que saem do seu site rapidamente – também passaram a ganhar mais importância para o SEO. Isso faz com que o trabalho de SEO esteja mais ligado à experiência do usuário em seu site ou blog.

Outro processo essencial para a otimização do mecanismo de busca é o chamado link building. Os motores de busca dão uma grande importância para sites que são referenciados por outros, tornando o canal mais relevante à medida em que ele é citado por outros sites de forma natural.

Concluindo…

Em um cenário em que 90% dos processos de compra iniciam no ambiente digital é fundamental que as empresas de qualquer porte ou segmento desenvolvam sua estratégia de marketing digital, a fim de manterem sua competitividade e atratividade para esse novo perfil de público.

Nesse sentido, para obter resultados é preciso investir em técnicas para otimizar seus canais digitais. O SEO torna seu site mais atrativo para seu público e para os buscadores como o Google, o que potencializa os resultados (e o uso de sua verba) nas ações de marketing e prospecção de novos clientes.

Você já conhecia o conceito de SEO? Ficou com alguma dúvida sobre como aplicá-lo em seus canais digitais? Deixe sua mensagem nos comentários!